Páginas

Seguidores

terça-feira, 30 de abril de 2013

Publicação independente e de qualidade é aqui.

Publicação independente e de qualidade é aqui. 
 Este é o principal conceito da Editora Amanhecer do Novo Horizonte no mercado editorial.
 Seu livro é seu trabalho, demonstra sua personalidade, mostra quem você é. Deve falar por você. Reflete na sua carreira e na sua vida pessoal.
 O que a Editora Amanhecer do Novo Horizonte oferece, a oportunidade de começar bem, começar do alto, planejando e desenvolvendo o autor e seus livros, exatamente nesta ordem, atrelando um evento de lançamento de ponta e buscando atingir cada objetivo de nossos autores.
 A Editora Amanhecer do Novo Horizonte. lança um serviço inédito no Brasil
Agora você tem à disposição os principais serviços editoriais para transformar seu livro em realidade de mercado.
Veja como é simples.
1. VOCÊ FAZ UM CONTRATO PRESERVANDO SEUS DIREITOS AUTORAIS.
Seu livro será produzido com:
 a) revisão ortográfica (nova) e gramatical,
 b) diagramação,
c) escolha de capa,
d) obtenção de número ISBN
 f) ficha catalográfica,
g) uma prova impressa para sua revisão
 h) (10) exemplares para divulgação e distribuição entre amigos/familiares.
 Todos os são colados e costurados!
 2. VOCÊ VAI RECEBER SEUS DE DIREITO AUTORAIS
 30% de direitos autorais, nas vendas em e-book
 Você receberá 30% sobre as vendas ocorridas no nosso site o triplo do que se pratica no mercado Brasileiro!
Mais 10% nas vendas ocorridas nas livrarias do mercado.
 E a cada volume pré-determinado de faturamento, você recebe uma ordem de pagamento com seus lucros sobre as vendas.
 3. SEU LIVRO FICA À VENDA EM NOSSO SITE.
 Cuidamos de tudo para você.
 Impressão, armazenamento, manuseio, embalagem, emissão de nota fiscal ao consumidor e despacho pelo correio aos compradores.
 À venda em nosso site, seu livro "nunca" ficará esgotado porque imprimimos os livros individualmente, em função das vendas e sem nenhum custo extra para o autor. Sempre que quiser, poderá encomendar exemplares com descontos especiais. E a qualidade técnica é rigorosamente a mesma dos livros que você conhece.
4. DIVULGAMOS O LIVRO PARA VOCÊ.
 Incluímos seu nome e o título de seu livro nos principais mecanismos de busca da Internet, emitimos notícias à imprensa especializada, além de boletins informativos a milhares de e-mails
 5. CADASTRAMOS SEU LIVRO EM DISTRIBUIDORA E LIVRARIAS.
 Os livros será distribuídos, na (Livraria Cultura) ( Livraria Saraiva), (Livraria Martins) Outras Fontes.
6 . E-BOOK. Seu livro será, também, produzido em "e-book" e indicado para distribuidoras e livrarias digitais
7. E TUDO ISSO É BARATO E FÁCIL DE PAGAR.
  Aqui conosco o preço é bem mais baixo e você tem as facilidades de parcelamento da sua Obra.
 O Autor recebe dez (10) exemplares para distribuição entre amigos/familiares etc.
Você pode optar pelo boleto bancário, ou pelo "PagSeguro" da Uol, usando o seu cartão em até 15 vezes. Consulte-nos para saber mais pois temos "pacotes" de 50, 100, 300, ate 10.000 exemplares se preferir. Ligue hoje mesmo para 11 2355-0508 e fale com a gente, envie e-mail para Contato. ednovohorizonte@yahoo.com.br
Site: http://www.editoranovohorizonte.com.br
Ou venha conhecer nossa sede na
 Rua Joaquim Nabuco  nº - 147  - Centro São Bernardo do Campo-SP
 Editora Editora Amanhecer do Novo Horizonte Inovação com você.
Aqui seu livro torna-se realidade.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

"O AMOR" "Reflexão"

 Era uma vez, o amor...
 morava numa casa repleta de estrela e enfeitada de sol.
 Luz não havia na casa do amor, afinal, a luz era o próprio amor.
E uma vez o amor queria uma casa mais linda para si.
 Então fez a terra, e na terra fez a carne, e na carne soprou a vida e na vida imprimiu a imagem de sua semelhança.
E chamou a vida de homem.
E, dentro do peito do homem, o amor construiu sua casa, pequenina, mas palpitante, inquieta e insatisfeita como o próprio amor.
E o amor foi morar no coração do homem.
 E coube todinha lá dentro porque o coração do homem foi feito do infinito.
Uma vez....
O homem ficou com inveja do amor.
Queria para si a casa do amor, só para si.
Queria a felicidade do amor, como se o amor pudesse viver só.
 Então o amor foi-se embora do coração do homem.
O homem começou a encher seu coração, encheu-o com todas as riquezas da
 Terra e ainda ficou vazio. (Ele sempre tinha fome).
E continuava com o coração vazio.
 E uma vez... resolveu repartir seu coração com as criaturas da Terra.
O amor soube...
Vestiu-se de carne e veio também receber o coração do homem.
 Mas o homem reconheceu o amor e o pregou numa cruz. E continuou a derramar suor para ganhar a comida. O amor teve uma ideia:
Vestiu-se de comida, se disfarçou de pão e ficou quietinho...
 Quando o homem ingeriu a comida o amor voltou à sua casa, no coração do homem.
 E o coração do homem se encheu de plenitude.

Por Mally Freire "APOLLO" Autora participante do livro Coletivo "Descobrindo a Floresta"

"APOLLO" 
 Seu corpo físico e poético que por si só fala. Corpo elemento físico e poético com aura de erotismo e sensualidade que seduz. Cada poro de sua pele exala energia e desejos, os músculos tensionados dispostos e expostos numa geografia entre o ocidente e oriente de seu território. A paisagem dinâmica se desfaz e refaz e a cada posição, incita o olhar vertical, horizontal e oblíquo que busca um mundo ali revelado. O seu corpo me fascina, me faz sentir calor e frio, nesse instante seu mundo esbarra com o meu corpo, quer me contar sua história. Seu corpo, espaço infinito de superação e realização de conquistas interiores, aspecto sagrado, vejo-o como uma pluralidade com possibilidades de resistir e transcender. Ao deslizar o olhar em cada relevo, no encontro de texturas que se desenham sob o desvendar de dobras e fissuras. Enlevos e despertar de sentidos se fazem ao mirar seu corpo Apolíneo. Desejos de ciciar aos seus ouvidos palavras de magia, que farão carícias e te envolverão em abraços intensos. Empreender a viagem em seu território será como ir ao encontro de um lugar de existência, onde tudo é espiralidade, onde o tempo poderá parar por segundos e se fazer eterno. O encontro aconteceu de forma inusitada e dentro do campo do impossível, mas aconteceu. E todo sonhar se materializou dando inicio a viagem nesse corpo-território de pura sensualidade masculina, envolta na aura da maturidade. Esse corpo viril vibra e emerge de uma alma nobre que dá luz a cada gesto e no seu olhar pude-me ver ali refletida, como na superfície de um lago sereno Ao acordar e ver o mirar de seus olhos sorridentes que transpassam as vestes e a pele. Sentir o aconchego de braços fortes e ternos a me envolver não há necessidade de palavras gastas nem promessas vazias, fizemos do nosso jeito, o que resultou da combinação entre nossas químicas, nossos hormônios que de fato são eles que nos conduzem nessa jornada que é tão tátil, olfativa, visual e gustativa, puro universo dos sentidos, despertos uníssonos em duas pessoas, resultando numa perfeita e harmoniosa implosão química, mantida e dinamizada pelo que pensamos e estimulamos. Nossas mãos num jogo de tatear prazeroso, a descoberta de cada recôndito do corpo. Um frisson inexplicável como se as mãos penetrassem através da pele e músculos e tocassem o estarmos além. Por diversos momentos tive a sensação de que o tempo parava e pairava sobre nós uma atmosfera de enlevo mágico, a magia de transmutar o sexo em matéria e divino. Vem até mim sou sua morena que a luz do amanhecer perpassada pela cortina aumenta o tom âmbar de minha pele e aguça seu toque nessa superfície que reflete o calor e os tons da luz do deserto. Cada toque estilhaça infinitudes de prazer, movendo e removendo antigas couraças que moldavam e prendiam minha alma erótica. Seus beijos longos e quentes derretiam minhas defesas cientes e inconscientes do que podia avançar nesse campo insondável, agora tão exposto em sua plenitude antes nunca visitada. Nossa respiração, a cada fremir e aquecer do sangue fez girar em sentidos levógiros e dextrógiros nossos corpos molecular, espiralando as ânsias de estar no outro e não invadir, mas acoplar na mesma cadência vibracional, onde cada orgasmo era ao mesmo tempo um morrer. Sonhar faz parte do estado de devaneio e permanecer nele depende do despertar da vigília do mundo restrito e mesquinho dos sentimentos aprisionados. Instantes quiméricos únicos, pois só aconteceram no estar com você, porque era você e eu. A fusão do momento não mais de sonho e sim real. Esse prazer sensorial manifestado explode a minha sexualidade e sensualidade, antes ofuscada. Sua presença Apolo, me fez sentir o aqui agora e sentir-me reconhecida pelo outro. O que esperar? Estar novamente com esse homem turbilhão de emoções que rodopiam em minha mente do anoitecer ao amanhecer, alimentando meu ser alma-mulher enamorada. Sempre acreditei na energia do amor como o ‘mote’ da vida e experimento mais uma vez e de forma diferenciada esse estado de espírito que nos tira desse plano cartesiano. E quero estar aqui! Despida de fôrmas de amar e experimentar o novo, quem sabe caminhar pelo mesmo caminho, mas com olhar e modo de andar diferente, oportunizando ao corpo suas expressões reais. A mente ciente que nem sempre discerne entre os planos, estará acondicionada num espaço reservado e com código esquecido. Não faço idéia do que virá a ser em que se transformará, pois nada está dado definitivamente só quero e tenho certeza que irei ao encontro desse sentimento sem armaduras, armas e nem estratégias. Tudo fluirá e seguirá diminuindo a distância espaço físico, se nos fixarmos nela nada disso teria acontecido e nem teríamos vivido a experiência do amor. Sei que caminho para algo novo, sem saber o antes, nem o que será agora. É deixar-me acontecer, ver o que funciona, o que se delineia, no caminho. Não é estar perdido, caminhos se constroem de maneiras e passos diferentes, somos mundos em expressões. Naquela atmosfera, naquele quarto de paredes amareladas e embaçadas pelo tempo se tornou o universo nu, abstrato, local arrebatado por sensações fora e dentro dos corpos que nos levou a tocar o metafísico mistério da vida. O ar que banhava o quarto se arrastava sonolento como uma imensa cauda de vestido nupcial e ali vivemos nossas horas cheias um do outro apontando batidas perfeitas e aceleradas do coração. Os sons dessas batidas direcionam o pensar elucubrado ao silêncio de tua, nossa ausência corpórea acalentada pela visão interior que emerge de brumas da saudade que açoita e instiga olhares ao passado por cenas que ali habitam eternizadas pelas lembranças. Vejo o futuro como um passear de imagens montadas com fragmentos de momentos, expressões faciais, trejeitos e voz que busco incessantemente para não deixar o esquecimento se fazer presente. Essa lembrança me toma de sentimentos contraditórios por vezes me compadeço de mim mesma e quero tê-lo de imediato em meus braços e cobri-lo de beijos lagrimosos e outras, sinto-me invadida por uma força capaz de mover obstáculos e a inércia da solidão.  Atravessarei o limite para ter você! 

 Autora: Mally Teixeira Freire Endereço: Rua Aquino de Araújo, n° 15/602 Praia da Costa – Vila Velha /ES CEP: 29 101240 Telefone: 027 -9223.4063 Endereço eletrônico: mallyfn@gmail.com 
 Quem sou: Mulher, mãe, filha, bióloga sanitarista , mestre em psicologia institucional, consultora ambiental, instrutora de yoga e aprendiz na arte de escrever .

Reflexão" O mais belo livro.

"Reflexão"
O  mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra.
É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano... Vejamos:
 A mais longa caminhada só é possível  seguir passo a passo...
O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...
Os milênios se sucedem, segundo a segundo...
As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes as quais se completam num circulo d"água cristalinas.
 A imponência do pinheiro e a beleza do ipê começaram ambas na simplicidade das sementes.até chegar ao mais alto galho onde se pós para ninhos dos pássaros.
 Se não fosse a gota  não haveria chuvas...
 O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos.
 A mais bela construção não se teria efetuado senão a partir do primeiro tijolo que compôs  a sua grande obra para finalizar sua arquitetura.
As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia e se formam os mais lindos desenhos, jamais feita pela mão do homem.
Como já refere o adágio popular, nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...
É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais tenham dado vida à "Ave Maria", de Bach, e à "Aleluia", de Hendel...
 O brilhantismo de Einstein e a ternura de Madre Tereza de Calcutá tiveram que estagiar no período fetal e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, dispensou a fragilidade do berço.
 Assim também o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdoando dia a dia.
Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele...
Esta parcela que chamamos de "Eu". Não é fácil nem rápido...
 Mas vale a pena tentar e seguir em frente distribuindo amor e compreensão a cada coração.
Autora Maria José


Por Walter Leite Castro "Para pensar" 'Kant, filósofo alemão"

Por Walter Leite Castro
Para pensar !
Kant, filósofo alemão que viveu no século dezenove,inaugurou a filosofia moderna , rompendo com os cartesianos e empiristas, pensamento predominante na época. os cartesianos, de Descartes, afirmavam :
 que o o conhecimento, pensamento, e bom senso,são oriundos de Deus, o criador de tudo, enquanto de os empiristas de Hume , acreditavam que tudo dependia da experiência que ia elaborando todo conhecimento. Kant, rompeu estas correntes do pensamento vigente, criando a primeira teoria do conhecimento motivou , Edmund Hurssel, a desenvolver a fenomenologia e Sartre a desenvolver o seu existencialismo, que afirma categoricamente que " o homem está condenado a ser livre". Evidentemente, Kant foi e é de fundamental importância, para o pensamento moderno, daí surge a pergunta: Qual a essência do pensamento Kantista? Quais as principais obras de Kant? , os livros publicados por Kant, foram : a crítica da razão pura, a crítica da razão prática, metafisica dos costumes, etc. kant, ao elaborar sua crítica da razão pura, admite, a existência do pensamento apriorísticos, ou seja , existe uma base de pensamento, essencial comum a todos os homens como uma herança da espécie, que era a base dos cartesianos, mas Kant em sua crítica da razão pura apresenta e explica a base da teoria do conhecimento, eis: existe quatro componentes fundamentais para o conhecimento: o sujeito em si; o objeto em si; o sujeito em nós, o objeto em nós. O sujeito em si , é o ente humano, o homem inserido no tempo passado e futuro, o objeto em si , é o objeto real como se apresenta, ex : cadeira, é o objeto como se apresenta no espaço físico; o sujeito em nós é a representação interior ,ser que elabora o conhecimento; eu transcendental, eu kantista, o o objeto em nós é a ideia do objeto dentro de cada um, ou seja, cada pessoa tem interiorizado a ideia da cadeira e sua utilidade, não se faz necessária transplantar a cadeira para o interior do homem; Desta forma Kant, demonstra todo processo de interiorização, formação do conhecimento, através do eu transcendental, sujeito em nós, o ser que interioriza o conhecimento, interiorização, operando o entendimento, interior do processo da existência em sua totalidade. Krisnamurti, sempre afirmava que o observador é o objeto observado,kant em suas críticas , acaba demonstrando esta visão Krisnamurtiana, ou seja, a roseira é o objeto em sí ,locado em espaço real, existência própria, quando homem vê a roseira , ele vê a roseira interiorizada ,pelo processo cognitivo, portanto , ele é a roseira interiorizada pelo se eu transcendental. Portanto, ele se torna a coisa observada, mas deixemos de complicação, para que serve o conhecimento filosófico? em primeiro lugar a visão e compreensão filosófica nos permite , o auto entendimento, compreensão do mundo, e nossa interação, relacionamento com pessoas, coisas, universo, nos proporcionando uma vida saudável, equilibrada, pois através da abordagem filosófica, o homem ,pode com certeza buscar , sua verdade interior,sem precisar mendigar as verdades de terceiros, é fantástico, não existe alienação, é verdade pura.

Por Walter Leite Castro "Para pensar"

Por Walter   Leite Castro.  
"Para pensar"

Amigo! Amizade essência ,fundamento existencial;
Afetividade, endorfina, alegria, eis,a amizade;
Solidão, angústia, medo, pavor, eis a inimizade;
A escolha é de cada um, mas todos terão;
No caminho da vida , o ombro amigo , ou solidão;
As provações são imensas , as dores maiores;
O ter , o poder, são desejados;mas só amizade;
 É permanente em nossa memória existencial;
 Porque no âmagor , o que vale é o amigo;
 Assim cada alma, busca amizades, busca felicidade;
 Existe mau amigo, "amigo", aproveitadores , é normal;
 Mas tal existência não elimina , a importância do amigo;
 Amigo é um oásis neste arenoso deserto, chamado vida;
 Quando hora última chegar, a morte nos reclamar;
 Quem após um tempo , de nós lembrará, só o amigo;
 O amigo pai, o amigo mãe, o amigo amor, todos são um;
 Eles nos acolhe,nos constrói, nos aconchega, nos mima;
 Sabem ouvir sem falar, falar quando preciso, aceitar se necessário;
 Infeliz quem viveu , cresceu, morreu e não encontrou seu amigo;
 porque nasceu mas não viveu, morreu sem conhecer o amor,que dor.

Walter Leite Castro.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

'ABRE AS ASAS SOBRE NÓS" POR NATO AZEVEDO AZEVEDO


 'ABRE AS ASAS SOBRE NÓS" POR  NATO AZEVEDO AZEVEDO
 Nos bancos escolares aprendi que o Homem é feliz na sociedade se tem educação e propriedade, cultura e liberdade,eis o que li!
 Mas vi -- vendo em irmãos necessidade -- que num mundo de escravos um Zumbi se luta morre em vão, pois sempre cri que não há cidadãos... sem igualdade. Se não mais existir fome nem guerra, ainda que tardio irá raiar um tempo sem misérias sobre a Terra. Bem sei que a LIBERDADE há de brilhar -- em todo canto e pátria, em nossa terra -- quando houver pão e paz em cada lar.
 NATO AZEVEDO



"ASSIM COMO ERA NO PRINCÍPIO"
 Cessa o dia... e a fauna a faina encerra, se recolhendo aos ninhos, grata enfim, por ver que a mão de Deus -- que jamais erra -- conduz a Natureza a um belo fim. Há véus de sombra e medo sobre a Terra... tingem-se os céus com tons de ouro e carmim. A fôrça da amplidão o sol soterra. Repete cada tarde o fatal fim.
 A tocar as gaivotas, em revoada -- despertando a saudade de um amor -- triste sino murmura lenta toada. Torna a manhã, reprisa o esplendor eis que, na madrugada, a passarada canta e festeja a glória do Senhor.
NATO  AZEVEDO



"COM O SUOR DO ROSTO"
Por entre as mãos calosas, forte o braço, com água/fé/suor faz tal mistura que da massa disforme -- passo a passo -- surge do imaginário a arte pura. Trabalha em qualquer tempo... frio, mormaço e molda o oleiro a microestrutura de um Mundo desigual -- em pobre espaço -- cozendo em barro mole a vida dura. Imagens vão surgindo em gestos suaves: árvores, casas, naves, gente e aves que se completam em clima singelo, com louça e móveis de sala e cozinha graças ao toque de fada-madrinha, compondo um universo sempre belo.
 NATO AZEVEDO

quarta-feira, 24 de abril de 2013

POR ANGELA SILSA "A ARTE DE SER MULHER"

POR  ANGELA SILSA "A ARTE DE SER MULHER"
Mulher, Quão sublime, singelo e puro é o termo usado para descrever este ser.
Mulher a obra mais bela feita pelas mãos de Deus.
 Ser mulher vai alem da sedução, demonstra força, caráter.
Mulher significa perfeição, harmonia, ordem.
Mulher que sonha, luta, sofre, conquista.
 Mesmo em circunstancias adversas, acredita e supera qualquer obstáculo.
Que mesmo enquanto dilacerada pela dor concede o dom da vida, a própria vida a coroa de honra e gloria neste ato divino de ser mãe.
Sua beleza não se encontra apenas no exterior, mas se origina em sua alma, de onde procedem as suas paixões seu encanto, sua feminilidade e nem mesmo o tempo consegue sugar essa beleza.
A mulher é a base da família, a administradora do lar.
Suas mãos ninam e ao mesmo tempo regem o mundo.
 Castiga com vara, mas ensinam com maestria, não usam subterfúgios, mas são verdadeiras e objetivas em sua arte.
Exercem fascínio sobre os homens pelos quais é sempre louvada e admirada, sua honra tem inestimável valor.
Um valor que se dá á preciosidade de uma joia.
 Em todo o tempo a mulher foi e sempre será como um prêmio na vida de qualquer homem.
A pureza que nos foi concedida lá no jardim do Éden, isso nos torna única e perfeita, apesar de algumas ideologias dos temos modernos desvirtuarem essa verdade é esse o verdadeiro valor de uma mulher.
 Neste dia tão especial vamos presentear a nós mesmas, conservando a nossa essência,a pureza feminina. Mulher que ri e chora ao mesmo tempo, forte, determinada, frágil, grande, líder, liderada, empregadas, patroas, esposas, mães, filhas, carentes, corajosas, bravas guerreiras, lindas , maravilhosas, elegantes, ricas ou pobres, jovem ou anciã, simplesmente mulher... .
Parabéns a todas as mulheres do mundo.


 Por Angela Silva "Dona de casa ou administradora do lar"

_Puxa até que em fim, consegui terminar de limpar essa cozinha! Ainda preciso fazer o jantar, ai que dor de cabeça... e esse cachorro que não para de latir? O que é menina? Deixa-me trabalhar em paz. Não vejo a hora de você ir pra escola e me dar um descanso. Essa não! Esqueci-me de lavar o uniforme do meu marido, não aguento mais, tudo eu? Quantas vezes fizemos alguns desses comentários? Não percebemos que estamos expressando nossa insatisfação como dona de casa. É ai que esta o problema a maneira como enxergamos nossa responsabilidade domestica e a forma como executamos nossas tarefas. Devemos encarar o trabalho como zelo por nossa família e não como um pesado fardo que precisamos carregar todos os dias. Um dia você sonhou com uma família, marido, filhos, pois é ai estão eles agora e como você está apreciando isso? Responsabilidades simples como lavar, passar, cozinhar, decorar, organizar, comprar, demonstram seu apreço por sua família, não é o ato de fazer e sim o que esta sendo feito. O segredo para isso é o amor, a medida que você faz tudo com amor e dedicação deixa de ser uma obrigação e torna-se algo prazeroso. Você sabe que pode fazer melhor, talvez não consiga isso devido a falta de reconhecimento do seu próprio valor como pessoa. Se não consegue valorizar a si mesma, e seu trabalho, certamente será impossível valorizar sua família e que faz por ela. Ao invés de sentir-se incapaz, arregace as mangas e mãos a obra. Você vai se surpreender com o potencial que tem. Organize-se, não deixe para fazer tudo de uma vez. Delegue tarefas á seus filhos, como arrumar a própria cama, não deixar objetos e brinquedos espalhados pela casa, Monte estratégias que facilitarão seu trabalho no dia-a-dia. Se tiver dificuldade em alguma tarefa, procure aprender sobre ela, não se dê por vencida, “vai ficar assim mesmo”, ou “depois faço melhor”, você pode fazer o melhor, então faça. Nunca perca a oportunidade de apreciar sua família, seja feliz com as pequenas coisas da vida. Afinal nada é mais prazeroso que estar em casa com nossa família demonstrando todo o amor que sentimos por ela, mas para isso você precisa apreciar a si mesma fazendo assim a satisfação plena fluíra naturalmente, pois o reconhecimento do seu valor como dona de casa facilitara seu trabalho, e o esforço feito não será em vão, de outra forma, será simplesmente trabalho... e quanto trabalho!

Por Walter Leite Castro "Dama de Preto"


 Por Walter Leite Castro Para pensar !
A Dama de Preto !
 Certa noite eu a vi ; me deparei com ela ,linda ,sedutora;
O que ficou em mim , foi apenas sua imagem acolhedora;
 Não sei seu nome, suas crenças , mas senti a presença;
Presença acolhedora , mas instigante ,provocadora.
 A vida é um fluí, um suceder ,um constante transformar :
Os dias , os meses, as pessoas,os acontecimentos, tudo;
Nada permanece , mas algo fica ,gravado, ferrado , em mim; pensamento,memória , lembrança , eis o que passa e fica. Assim,sou muitos , sou vasto, a cada dia um morrer um nascer;
Sou a criança , o homem , o velho mas nenhum existe em mim;
Por que?, não sei, mas existe um elo ligando os momentos ao agora;
Esta ligação é a atenção, a presença , é antítese e a síntese, o Eu. A vida misteriosa, atraente, sedutora, vasta é a grande dama ;
 Hora veste preto, hora veste outras cores, mas a dama é única;
Portanto nesta jornada o importante é a dama , não é preciso conhece-la;
Apenas senti-la, ama-la, pois esta dama é tudo ,sem ela nada.

terça-feira, 23 de abril de 2013

"Vá à luta! Plante sementes verdadeiras" POR JOSÉ IGNÁCIO GODOY FÊNIX PEREGRINO

JOSÉ IGNÁCIO GODOY FÊNIX PEREGRINO

Vá à luta! Plante sementes verdadeiras, e colherás frutos doces com sabor de vitória e sucesso.
 Não existe vitória sem esforço, pois a vida é gata dengosa.
 E só entrega seus caprichosos deleites aos persistentes, Bora lá, vamos subir a montanha e partilhar com humildade, Os sabores da glória!
 E Construa sua casa sobre a rocha, A rocha da verdade da hora e da sinceridade.
 Reflita no espelho dos dias um coração transparente.
Traga um olhar firme sem ser duro e justo sem ser cruel!
 Alimente a esperança.
 Sorria quando necessário.
 Fale com economia, mas ouça com fartura, Ampare ajude e conforte, dê o peixe.
 Mas também ensine a pescar!
 Faça as pessoas sentirem-se úteis e importantes.
 Mostre-lhes simpatia e respeito, Aponte os erros com um sorriso e ensine fazer o certo.
Seja sua critica um conselho amável que aponta a luz.
 Não julgue, mas trilhe os caminhos da justiça!
 Seja você um exemplo. Quando errar e cair, não se lamente.
Viva seu discurso sacuda a poeira e recomesse.
 A vida é feita de atitudes que ratificam o discurso, Saiba ser grande na humildade e pequeno em arrogância! Vá à luta. Plante sementes verdadeiras e colherás frutos doces com sabor de vitória e sucesso.
Não existe vitória sem esforço, pois a vida é gata dengosa, e só entrega seus caprichosos deleites aos persistentes. Bora lá, vamos subir a montanha e partilhar com humildade, os sabores da glória.
Só entrega seus caprichosos deleites aos persistentes.
 José Ignácio Godo

O NOVO SEMPRE VEM - (Crônica - Erivan)

O NOVO SEMPRE VEM - (Crônica - Erivan)
 Anos 60, 70... Tudo 'era' novo, qualquer coisa deslumbrava, hipnotizava, principalmente a nós todos que éramos ávidos por novidades e que já estávamos de saco cheio de tanta previsibilidade e mesmice.
Mas não foi só por isso que surgiram grandes ideias, grandes obras, grandes invenções, conquistas científicas, etc.
Talvez também porque essas 'novas' concepções artísticas, filosóficas, comportamentais, etc., reprimidas política e religiosamente desde há muito, irromperam como erupções vulcânicas que já não podiam mais esperar, como um parto natural que, completado o prazo da gestação, e sendo chegada a hora, rompe todas as placentas 'repressoras'. E assim surge o novo.
E a reboque do novo veio a contracultura, a quebra de paradigmas, ousadias estilísticas, sutilezas imprevistas, belezas mil...
Mas também vieram os subprodutos desse parto, como as drogas, o desbunde hippie, a gravidez 'inesperada' e facilitada pelos contraceptivos, como a pílula e a camisinha; os filhinhos abortados, as depressões e o stress do mundo moderno; sobretudo veio também o desencanto gerado por tantas expectativas 'promissoras', além de guerras frias e guerras quentes; as primeiras não declaradas, as outras sim. Mas isso eram os fragmentos da placenta e o líquido amniótico que já não eram mais necessários para conter, alimentar, ou mesmo agasalhar o rebento que finalmente era dado à luz: o 'admirável mundo novo', pensado há tempos, gestado há tempos, reprimido há tempos também, mas só recentemente parido, qual se fora um parto a fórceps, pela força mesma de uma espécie de contagem regressiva contida na semente das novidades, por um lado pacientes, porque 'souberam' esperar o longo tempo dessa lenta gestação; mas por outro lado impacientes, porque precisavam obedecer àquela programação da contagem regressiva para nascer, dita frases atrás. e que trazia em si o estranho mas também inconsciente desejo de nascer, existir, ser algo, alguma coisa.
Revolução é alguma coisa, para a qual nunca estamos suficientemente preparados.
Será por isso que funcionamos melhor e rendemos mais sob impiedosas adversidades?
Resposta: Tendo neste momento a presumir que sim, salvo melhor juízo no futuro.
 Eis aí, ao que me parece, o modo como sutilmente se expressa o inconsciente dialético da História e do vir-a-ser humano.
 Mas posso estar enganado, no todo ou em parte.

Por Adilson Adalberto "Soneto: a vida sem você não tem graça"


"Soneto: a vida sem você não tem graça" 
 Sinto que o nosso amor já não é mais o mesmo...
 Do fogo que havia entre nós... 
 Hoje só restou gravetos.
 Já não tremes na base quando te abraço..
. Nem te excitas quando te beijo...
 Quando eu te vejo, não consigo mais pensar em nada.
 Você tem o dom de me deixar sem palavras, de me tirar do sério. 
 Tu és o meu sonho de infância é tudo que anelo...
 Sem você eu não vivo, vegeto. 
 Você é meu pão de mel, minha luz...
 Meu caminho. 
 Minha estrada minha branca de neve, na terra encantada... 
Por você largo tudo, sem você não sou nada. 
 Pareço um sapato velho, trocado por outro de marca... 
Que sente falta dos pés, que outrora lhe castigava... 
 Assim sou eu sem você, te amo gata. 
 Adilson A. da Silva.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

"Amar em vida" poema em forma de reflexão.


"Amar em vida" poema em forma de reflexão.
Sempre é tempo de recomeçar...
Em qualquer situação podemos abrir novas portas, conhecer novos lugares...
 Novas pessoas, ter outros sonhos...
 Renovar o nosso compromisso com a vida...
A assim, renascer para a vida e alcançar a felicidade...
 Não importa quem te feriu, o importante é que você ficou...
Não interessa o que te faltou, tudo pode ser conquistado...
 Não se vingue de quem te traiu...
O importante é que foi fiel...
 Não se lamente por quem se foi...
O mais importante e ter amado em vida...
Cada um tem seu tempo...
Não reclame da dor, ela é a conselheira que nos chama de volta ao caminho...
 Não se espante com as pessoas... 
Cada um carrega dentro de si, dores e marcas que alteram o seu comportamento...
Tem horas que estamos felizes e transbordamos de alegria e paz...
Tem horas que estamos melancólicos e só queremos ficar sozinhos...
O mundo está cheio de novas oportunidades, basta olhar para a terra depois da chuva...
Veja quantas plantinhas estão surgindo, como o verde se espalha mais bonito e forte depois da tempestade e um novo horizonte aparecera no final da estrada.
As portas se abrem para os que não tem medo de enfrentar as adversidades da vida...
 Para os que caíram, mas se levantam com o brilho de vitória nos olhos...
Todo o caminho tem duas mãos, uma que seguimos ainda com passos inseguros...
 Com medo, porque não sabemos ainda o que vamos encontrar lá na frente...
Na volta, mesmo derrotados, já sabemos o que tem no caminho...
 Quando um dia, resolvemos enfrentar os nossos medos e fazer essa viagem novamente...
 Somos mais fortes, nossos passos são mais firmes, já sabemos onde e como chegar ao destino...
 O destino é a vitória, o seu destino é ser feliz...
 Eu creio nisso, e você...
Está pronto para recomeçar...
O caminho está a tua espera, pé na estrada, coloque um sonho na alma...
 Fé no coração e esperança EM DEUS.
 A vida se enche de novidades para os que se aventuram na viagem que conduz a verdadeira liberdade saindo em busca da felicidade.
Siga em frente procurando magoar menos os que está ao seu lado...
 Por que depois da morte não exstem lamentações...
O perdão ficou para DEUS e a reconciliação para quem sabe amar.
Procure amar uns aos outros em vida, e ser feliz em quanto está aqui...
Pois a outra metade da felicidade estas nas mãos do seu CRIADOR.
 Autora: Maria José.

"Reflexão" de Walter Leite Castro


"Reflexão" de Walter Leite Castro

Para pensar !
O instante ! O instante é único ,total ,absoluto, quer a gente queira ou não os acontecimentos passam , e o que permanece são memórias congeladas destes momentos, portanto orgulho é nada mais de acreditar nas imagens congeladas,pensando que somos permanentemente aquilo imaginado.
Nada permanece , tudo tem seu tempo, portanto o bom é saborear cada momento sabendo que cada instante é , mas nós findamos , desta forma não existe espaço para o orgulho pois não há perpetuação, complicou, esquece!.

Meus amigos, após meditar nesta linda reflexão do meu amigo.
Pensa nos seus sonhos
Pensa na sua vida.
Se aparecer uma oportunidade a sua porta, agradeça a Deus, pois com certeza foi obra Dele.
Nada vem por acaso.
Nada faremos por nós mesmo.
 Os escritores que  enviarem seus textos para avaliação e for contemplados para publicação.  Com certeza terá a mão de Deus na sua vida.
Este é um trabalho que venho desenvolvente a muito tempo, e só agora  após longos anos,estou  conseguindo realizar.
E tenho plena convecção que será uma bença.
Meus amigos, navega pelo blog e lei a postagem de ontem, lá está as explicação e o e-mail de contato.
Um bom dia a todos.

domingo, 21 de abril de 2013

"Desejo"

“Poema Desejo”
 Desejei ser como a semente... 
Que dorme aconchegada no calor da terra que a abraça, envolve, alimenta.
 Fortalece e prepara... 
Desperta a semente, cheia de força, rompe os laços da terra e desponta para a vida. 
Quero ser sempre como a semente que... 
Deslumbra-se com o calor do Sol, com o ar que a toca, com a chuva que acalma e facilita sua luta pela sobrevivência. 
Que recebe da mãe natureza tudo o que precisa para brotar, crescer, frutificar... 
Quero florescer com seu amor e cumprir minha missão. 
Quero ser sempre como a semente... 
 Descansar meu amor em seus braços...
 Eternamente conduzido pelo universo. 
Pelos braços do Eterno Deus.
 Fortalecendo-me, preparando-me para um despertar cheia de amor para doar... 
Abraço a vida com toda força e vontade de fazer frutificar todos meus planos.
 Realizações dos meus desejos mais profundos. 
Receber – te com amor... 
Entregar-te minha vida. 
Mas não como um instrumento... 
Mas com inteligência e a sabedoria de dois seres realizado segundo um só caminho. 
Repleto de amor e felicidade. 
A felicidade que me foi doada por Deus...
 Para receber amor e ser feliz. 
Receber o conhecimento para transmitir ao mundo a felicidade e o desejo de compartilhar. 
Receber e dar amor mesmo que como semente. 
Receber misericórdia que interpreto como justiça... 
Recebo dons que reconheço como valores mais valiosos, na minha existência. 
Recebo todas as chances e não as desperdiço, com coisas que machuca minha alma. 
 Quero desvendar segredos que, de tão claros... 
Tornam-me compreensíveis e certos na sabedoria interior. 
Permaneço na superfície, observando a riqueza existente na simplicidade do... 
Do meu coração.
 Vivifico o amor com toda intensidade do meu ser. 
Não esqueço que, a maior felicidade existe no meu interior...
 Foi me doada pelas mãos mais poderosa que domina todo o Universo. 
Das sementes, sou a mais privilegiada. Sinto-me tão amada pelo meu grande Criador.
 Porém, das sementes, sou ainda a mais querida... 
Por que Deus me deu a vida e também meu grande amor.
Autora: Maria José

sábado, 20 de abril de 2013

Reflexão de Walter Leite Castro

Para pensar !
 O que Sou ! de Walter Leite Castro.
Esta pergunta emana de dentro de mim,será a voz do eu?,será a voz do nada? será a reprodução das inumeráveis leituras?será a manifestação da consciência da inconsciência? , acredito que a resposta a estes questionamentos existenciais seja , não sei, porque sou uma ampla mistura, um amontoado de pensamentos, memórias, sentimentos, alguns pensamentos são meus, outros apenas chegaram, são hóspedes da alma.Em meu interior não existe uma separação , organização ,cada coisa em seu canto, tudo é uma mistura só,portanto a tarefa de desvendar quem sou, é um processo de internalização da consciência em busca de luz, como afirmou o poeta Goethe:" Luz,mais luz".Destarte,fica evidenciado dois aspectos: primeiro minha interioridade, com seu mundo de pensamentos, sentimentos, desejos, medos ; segundo minha exterioridade, ou seja, o contexto no qual estou inserido no processo de relação com o fora, os "outros", sejam seres animados ou inanimados.Na busca para desvendar o que sou, a priori , se faz necessário a exploração destes dois contextos.Primeiro abordarei o mundo interior, ao mergulhar em meu interior vislumbro: pensamentos, memórias, sentimentos , desejos os mais variados, medos, principalmente o medo do findar,ânsia pelo poder, perpetuação do eu. Após observação mais meticulosa de cada item deste, cheguei a conclusão nada animadora : cada elemento examinado, se transformava em nada , volatiza, não encontrei aquela entidade real concreta, insofismável, denominado de : eu, ego, personalidade , como bem definiu a filósofa Marcia Tiburi , em seu excelente livro ,filosofia em comum,página,63 : "desde o começo deste processo estou num vazio ditado pelo cheio das coisas que é o mundo ao meu redor .Não sou as coisas, não sou o que vejo, não sou o está ao meu redor. Há algo de mim que escapa do mundo e da vida até agora disponível, da vida que herdei ou construí".Portanto , sei que algo existe, seja herdado, ou que for só que não se manifestou, o que mais congrega é meu nome, uma tatuagem na alma. . Segundo ao examinar o exterior salta de imediato a utilização de um sistema de projeção do interior ,em forma de certeza, juízo, preconceito , é evidente que tal processo ocorre de forma inconsciente.Assim o exterior existe em si, mas ao interioriza-lo ,acabo nadificando-o , como afirmou Sartre, porque perceber uma árvore , não é colocar a árvore inteira para o interior , ela continua lá, o que ocorreu foi um processo de construção, formação , da ideia da árvore , que mesmo não existindo em mim,é verdadeira. este processo ocorre com todo relacionamento de mim com o mundo exterior . Na verdade sem rodeios sou uma multidão mas ao mesmo tempo nada , porque cada aspecto examinado, se transforma em mero processo de consciência. Portanto, deixando de lado as verdades dos outros, de segunda mão, como crenças, optei por viver celebrando a vida , a cada momento , cada instante, sem querer agarrar nada, apenas saboreando , com profundo respeito pela existência,buscando sempre o primor ético em todos os aspectos da minha vida. Poderia ter simplificado afirmando sou: um filho de Deus, uma alma, atman, mas como não consigo vê em mim esta verdade, prefiro afirmar , não sei quem sou, mas sou um grande enigma do universo. Postado por Walter Leite Castro às 14:30

domingo, 14 de abril de 2013

Reflexão de Walter Leite Castro

Reflexão de Walter Leite Castro
Nostalgia !
A nostalgia da alma, é amenizada diante da magia  do amor;
A dor , a agonia são silenciadas perante um céu estrelado;
O ego quer perdurar, a alma viver a intensidade do momento;
Ao finalizar da  vida , o ego, se decompõe, a alma se compõe;
As memórias, os pensamentos, as angústias, são dissolvidos;
O que fica , o que permanece , são os resultados do amor ;
Nada mais , tudo vai, mas a energia  de valor , de ardor,é seu amor!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

As Reflexões de Walter Leite Castro. Sabedoria dos Mestres.

Para pensar !
Walter Leite Castro.
Qual a diferença entre autoestima e aprovação ? O que é autoestima ? autoestima é a pessoa gostar de si mesmo pelo que ela é ; não precisa de nenhum fator externo para que ocorra este ato de gostar de si mesmo, porque a autoestima é fruto de uma plena aceitação de si mesmo, de suas qualidades e de seus defeitos . o processo da autoestima é um processo consciente ,é ponderado, equilibrado , não pode ser confundido com arrogância, narcisismo , que são defeitos graves. Portanto a autoestima não é uma qualidade herdada geneticamente , ou adquirida por pura sorte ; não a autoestima vem de um processo de educação respeitosa e equilibrado, desde o nascimento os pais vão educando sem cometer abusos, ensinando limites sem machucar , combatendo as atitudes erradas da criança , mas jamais a própria criança. Desta forma a criança recebendo amor e disciplina vai aprendendo a gostar de si mesmo, a se aceitar, a se respeitar desde a primeira infância É importante entendermos que permissividade , não corrigir falhas , super proteção são formas de abusos tão nefastos como os espancamentos , as agressões verbais e físicas .Crianças sem limites se transformam em sociopatas, infratores;criança super protegidas são transformadas em pessoas medrosas dependentes afetivos que viverão a vida buscando protetores , e se transformam em seres fracos , derrotados ; crianças abusadas fisicamente e moralmente se transformam em revoltados , em seres anti sociais , agressivos e futuros abusadores da sociedade. Eis a a gênesis da formação ética e moral das pessoas. Do exposto fica evidenciado a importância do amor , do respeito , da aceitação , da disciplina no processo de educação das crianças , pois, crianças que nos primeiros dois anos de vida não foram amadas sentirão primeiro uma imensa raiva e culpa porque só pode ser culpa dela não ter recebido amor dos pais , com certeza ela deveria ter algum defeito grave; neste momento é formado um imenso buraco na alma desta criança e o resto de sua vida vai ser focado em encher tal buraco em sua alma . Pessoas que receberam este tratamento na infância primeiro terão uma imensa raiva de si mesmo e dos seus pais e com certeza suas vidas serão marcadas pela busca de um salvador, de uma pessoa que vai preencher este imenso buraco em sua alma porque elas não foram ensinadas a gostarem de si mesmo, e por isso não têm autoestima. A necessidade de aprovação é uma estratégia da criança mau amada, abusada, negligenciada, para preencher o imenso buraco em sua alma; ela vai buscar substituir o amor que não recebeu por aprovação ; assim tudo na vida desta pessoa sem autoestima vai se constitui em busca de aprovação, que neste caso funcionará como uma droga altamente viciante. Pessoas viciadas em aprovação são pessoas que na vida querem ser o primeiro em tudo, , têm um imenso desejo de ser o número em tudo em sua vida. Uma desaprovação , uma rejeição para este tipo de pessoa é caótica , paralisante ; pessoas com estas características quando rejeitadas , negadas tornam-se violentas , agressivas e são capazes de cometerem crimes violentos causando um imenso dano a si mesmo e a sociedade. Respondendo a pergunta :qual a diferença entre autoestima e aprovação, acreditamos que já respondemos ao definirmos as duas situações , mas afirmamos que pessoas oriundas de lares equilibrados, funcionais, que foram educadas , amadas e respeitadas têm autoestima se aceitam , enquanto pessoas que vêem de lares disfuncionais, desequilibrados , que sofreram abusos, não receberam amor na hora certa, são pessoas revoltadas , que não se aceitam ,não gostam de si mesmo e precisam constantemente da aprovação para preencherem o imenso buraco em sua alma. Eis a diferença.

Para pensar!
 Walter Leite Castro
 O importante é Ser ou parecer ? Antes de responder o questionamento, se faz necessário um entendimento do Ser a nível filosófico; na filosofia indiana do século IX A. C já se abordava o assunto ;mas no ocidente este tema foi abordado por Parmenides e esse debate filosófico percorreu os séculos até nossos dias .Portanto o Ser é um dos conceitos fundamentais da filosofia ocidental , segundo a Wikipédia enciclopédia livre, a palavra Ser assume um dos significados: 1) Existência- para exprimir o fato que determinada coisa existe . Por exemplo:A erva é existe , mas o unicórnio é ( pelo menos na fantasia de quem pensa nele). 20 Identidade-para exprimir o fato que determina que a coisa existe . Por exemplo:os franceses são habitantes da França e Humberto Eco autor de o nome da rosa. 3) Predicação - para exprimir uma propriedade de determinado objeto . Por exemplo: maçã é vermelha. Portanto o Ser pode designar : existir , identidade e predicação ; desta forma analisando a pergunta base do tema se observa uma confrontação mesmo que velada entre Ser e não Ser, pois parecer Ser é não Ser e segundo Livia C Balus : " A distância o Ser e o quase Ser é imensurável". Assim , agora a pergunta foi transformada na seguinte : O importante é Ser ou não- Ser ? Antes de responder é fundamental o entendimento de não Ser; segundo Wikipédia enciclopédia livre o não- Ser é : " O não Ser é um dos maiores problemas da filosofia . Todas as nossas categorias , toda nossa linguagem está voltada para o Ser , e por isso chegamos a problemas quando tentamos compreender e falar do não Ser. O que é o não- Ser ?Aparentemente não como responder à pergunta , pois a mesma parece não ter sentido . Não- Ser é sinônimo de "o . que não é. Assim a pergunta pode ser entendida com " o que é o que não é" ?Parece que não podemos tratar diretamente do não Ser , pois não podemos dizer que é coisa alguma , nem que ele é o não- Ser.Apesar desses problemas o silêncio sobre o não- Ser não é uma boa opção pois tratamos do não- Ser costumeiramente , e não entendemos quando fazemos isso. Quando lemos em um quadro ," Isto não é cachimbo " recebemos uma mensagem significativa". Portanto, pela definição observo que o Ser representa o que é , a existência real , a verdade , enquanto o não Ser representa representa o que não é ,nada ; Avaliando a pergunta o importante é Ser e não Ser ? de cara , sem pestanejar afirmo que o Ser é mais importante significativo; mas observando a pergunta em um fundo significativo, que é o das relações sociais , agora este novo cenário vem demonstrar efetivamente o contrario ,pois é do conhecimento de todos que nas relações pessoais normalmente é utilizado a máscara para esconder determinadas deficiências, assim os relacionamentos humanos ocorrem entre dois , ou vários , muitos , infinitos, não Ser , ou seja , a mentira se apresenta como verdade . Assim nas relações interpessoais o importante não ser ,as parecer . Por exemplo:A pessoa não precisa Ser inteligente ; honesta; competente; religiosa; rica; etc; basta aparentar , eis a verdade, os fatos. Não obstante esta mentira nas relações inter pessoais , acredito que o bom mesmo é Ser efetivamente , e não parecer , porque só com a verdade do Ser em sua totalidade, que a integridade, congruência passa a se manifestar em sua totalidade, tal fato produzirá uma qualidade vida exuberante, uma tranquilidade , paz de espirito além de uma autoridade natural . Ademais, a vida sem a dicotomia entre verdade e mentira é mais produtiva em todos os aspectos , desta forma afirmo sem medo de errar que o importante é Ser . O parecer apesar de ser utilizado em quase todos relacionamentos representa a falência do caráter e a autofagia do espirito. Walter Leite Castro Para pensar ! Liberdade do medo É possível para a mente esvaziar-se totalmente do medo? O medo de qualquer tipo gera ilusão; ele torna a mente estúpida, superficial. Onde existe medo obviamente não existe liberdade, e sem liberdade não existe absolutamente amor. E a maioria de nós tem alguma forma de medo, medo do escuro, medo da opinião pública, medo de serpentes, medo da dor física, medo da velhice, medo da morte. Temos literalmente inumeráveis medos. E é possível ficar completamente livre do medo? Podemos ver o que o medo faz com cada um de nós. Faz a pessoa dizer mentiras; corrompe a pessoa de várias maneiras; torna a mente vazia, superficial. Existem cantos escuros na mente que nunca podem ser investigados e expostos enquanto a pessoa está amedrontada. A autoproteção física, o impulso instintivo de se ficar longe da cobra venenosa, de se afastar do precipício, de evitar cair sob o bonde, e assim por diante, é sensato, normal, saudável. Mas estou falando da autoproteção psicológica que faz a pessoa ter medo de doença, da morte, de um inimigo. Quando procuramos realização sob qualquer forma, seja pela pintura, pela música, pela relação, ou o que você quiser, sempre existe medo. Então, o importante é estar cônscio de todo este processo da pessoa, observar, aprender sobre ele, e não perguntar como se livrar do medo. Quando você quer meramente se livrar do medo, encontrará meios e modos de fugir dele, e assim, nunca pode estar livre do medo .Krisnarmuti.

 Walter Leite Castro Para pensar!
A porta da compreensão Você não pode varrer o medo sem compreender, sem de fato ver a natureza do tempo, que significa pensamento, que significa palavra. Daí surge a pergunta: Existe um pensamento sem palavra, existe um pensar sem a palavra, que é memória? Senhor, sem ver a natureza da mente, o movimento da mente, o processo de autoconhecimento, meramente dizer que devo me libertar dele, tem muito pouco significado. Você tem que pegar o medo no contexto da totalidade da mente. Para ver, para entrar nisto tudo, você precisa de energia. A energia não vem por comermos; isso é parte da necessidade física. Mas ver, no sentido em que estou usando a palavra, requer uma enorme energia; e essa energia é dissipada quando você fica lutando com palavras, quando está resistindo, condenando, quando você está cheio de opiniões que o impedem de olhar, ver; sua energia vai toda embora nisso. Assim, na consideração desta percepção, deste ver, outra vez você abre a porta. J. Krishnamurti, The Book of Life

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Texto original da autora DELANIE VELÁZQUEZ



DELANIE VELÁZQUEZ Escritora pernambucana, lançou seu primeiro livro em 2012, numa produção independente. Graduada em Biologia, com mestrado em Fisiologia, exerce o magistério há mais de dezesseis anos, sendo os últimos treze no ensino superior. Além da atividade docente, atua como palestrante em eventos literários, escolas, bibliotecas e outras instituições e exerce atividades em prol da divulgação e expansão de seus projetos literários. Qualidade de Vida é seu principal objetivo e, para alcançá-lo, Delanie acredita ser indispensável: desfrutar CADA DIA, cuidar do PLANETA, cultivar RELACIONAMENTOS, fazer sábias ESCOLHAS, apreciar as coisas da NATUREZA e deixar sempre uma MARCA positiva por onde passar! Site da autora: www.delanievelazquez.com Email: delanievelazquez@gmail.com A OBRA É o título do primeiro livro de uma série de 3 volumes, intitulada Planeta Terra. O objetivo da série é estimular o leitor a cultivar a arte de refletir, questionar e debater. Temas como sustentabilidade, qualidade de vida, diversidade e mudança de paradigmas são seus pilares principais. Os livros apresentam histórias fictícias, com uma riqueza de cenários e personagens, todos igualmente fictícios. Contudo, vale ressaltar que “a história é apenas a embalagem do produto”, o qual se configura como as reflexões, questionamentos e inquietações, que são despertados na mente do leitor, deixando com ele a tarefa de encontrar as respostas por si mesmo. O primeiro livro, foi lançado em abril de 2012, enquanto o segundo, encontra-se em fase de redação, com previsão de lançamento para o último trimestre de 2013. SINOPSE DO LIVRO Planeta Terra: O que aconteceu? O planeta Terra é palco de uma série de estranhos acontecimentos que põem em risco a existência da espécie humana. Algum tempo depois, os homens adquirem fantásticas habilidades corporais, alteram drasticamente seu modo de vida e, muitos anos mais tarde, decidem investigar o passado do planeta. Em suas buscas eles encontrammisteriosos objetos, intrigantes questões, acalorados debates e os estranhos livros de um homem chamado Derek Wilson. PROJETOS 01)Lançamento do Guia de estudo do 1º. Volume da série Planeta Terra Previsão de lançamento ainda no primeiro semestre de 2013 02)Planeta Terra: publicação Publicar o segundo e o terceiro volumes da série 03)Planeta Terra: Expansão Consiste em divulgar a série para todos os “cantos do Brasil”. Uma das principais estratégias consiste em unir os esforços da autora aos de profissionais da área de marketing e vendas. 04)Planeta Terra: cruzando as fronteiras Tem como objetivo fazer a série Planeta Terra cruzar as fronteiras nacionais. 05)Escritores em ação Consiste em mobilizar escritores e outros profissionais como diagramadores, ilustradores, editores, profissionais de marketing e vendedores, com o objetivo de unir esforços a fim de vencer os desafios e consolidar a carreira do escritor independente. 06)Publicação de livro didático na área de estudo do corpo humano A concepção dessa obra surgiu dentro da sala de aula, diante da necessidade dos alunos de um livro didático que “falasse a linguagem deles” com um autor que se mostrasse bem próximo ao leitor.

 A obra encontra-se na fase final de redação.
Autora: Delanie Velázquez..