Páginas

Seguidores

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Mini Biografia original do Escritor e Poeta Gutemberg Landi


Mini Biografia Gutemberg Landi de Oliveira Barros, Carioca, natural do bairro de Realengo, nascido em 29 de Novembro de 1951. Vivendo na infância uma boa parte nos bairros cariocas de Bento Ribeiro e Vila Isabel, logo após mais precisamente em 1964 mudando-se para o Município de Belford Roxo, onde constituiu sua primeira vez, tendo três filhos deste primeiro casamento e uma filha de uma união que já completa 28 anos. Avô de quatro netos, militante político do partido dos trabalhadores, membro do diretório municipal de B. Roxo, durante boa parte da minha juventude cantei em vários barezinhos e algumas casas da baixada e do Rio, sou Poeta e escritor autodidata, com publicações em algumas páginas da rede como Recanto das Letras, Texto Livre, Mesa do Editor, Facebook e no blog próprio www.gutemberglandi.blogspot.com. Atuando também em colaboração de construção de textos e artigos políticos em sites e blogs. Estando com dois livros publicados, Entre Trovas E Versos (poesias) e Votar Limpo É Fácil Difícil é Acabar Com A Sujeira expostos e a venda no site Clube de Autores,https://www.clubedeautores.com.br/backstage/profile/edit. Autor musical com dois vídeos no You Tube com as músicas Por Todas As Cores Do Mundo em Parceria Com Cláudio Camilo e Tributo A Chico Mendes de Autoria única, participante de alguns festivais musicais FECANATUR DE B. ROXO, FENAC DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, SESC entre outros, não tendo até o presente momento nenhum contrato profissional com nenhuma editora, gravadora ou qualquer outro órgão referente a edições e/ou publicações. Incluou nesta minha biografia o poema abaixo de minha autoria onde defino o porque de ser poeta.Ser poeta é uma sina, Que só quem carrega é que sabe, As algúrias que às vezes nos traz, Pois nem sempre dizemos as verdades, Ou sobre o que nos apraz... Vejamos os exemplos a seguir: Nos versos que falam de amor, Nas rimas que expressam paixão, Nem sempre estamos os vivendo, É mais comum estarmos na solidão, Porém, obrigados somos, De sempre estarmos a exaltar, Amores, paixões eloqüentes,Ternuras pairando no ar, Pois se retratarmos tristezas, Quem sabe nos vejam enfadonhos, Por isso somos obrigados, A alimentarmos os sonhos, Das rosas que mandam os amantes, Pras suas queridas amadas,Das frases bem ditas com doçura,Dos desejos, anseios e ternuras... Ser poeta é uma sina, Que só quem carrega é que sabe, De quantas vezes retratam em suas rimas, Belezas, canduras, encantos, Quando na verdade estão deixando rolar dos seus olhos, Lágrimas de tristes prantos, Mas, mesmo assim vou seguindo, Com a sina que Deus me deu, De ser poeta e sonhador, Louvando e falando de amor, Mesmo que já não tenha o meu, Imaginando um mundo, Feito de purezas e verdades, Sem injúrias, sem maldades, Repartido para todos com a verdadeira IGUALDADE.
Gutemberg Landi

2 comentários:

  1. Agradeço a querida amiga Maria José pela oportunidade e destaque em seu site.
    É muito honroso fazer parte neste espaço voltado para a literatura popular.

    ResponderExcluir
  2. Soou eu que agradeço sua participação no meu blog.
    Espero estar colaborando, na sua carreira amigo Gutemberg.
    Seja sempre bem vindo.

    ResponderExcluir