Páginas

Seguidores

quarta-feira, 24 de abril de 2013

POR ANGELA SILSA "A ARTE DE SER MULHER"

POR  ANGELA SILSA "A ARTE DE SER MULHER"
Mulher, Quão sublime, singelo e puro é o termo usado para descrever este ser.
Mulher a obra mais bela feita pelas mãos de Deus.
 Ser mulher vai alem da sedução, demonstra força, caráter.
Mulher significa perfeição, harmonia, ordem.
Mulher que sonha, luta, sofre, conquista.
 Mesmo em circunstancias adversas, acredita e supera qualquer obstáculo.
Que mesmo enquanto dilacerada pela dor concede o dom da vida, a própria vida a coroa de honra e gloria neste ato divino de ser mãe.
Sua beleza não se encontra apenas no exterior, mas se origina em sua alma, de onde procedem as suas paixões seu encanto, sua feminilidade e nem mesmo o tempo consegue sugar essa beleza.
A mulher é a base da família, a administradora do lar.
Suas mãos ninam e ao mesmo tempo regem o mundo.
 Castiga com vara, mas ensinam com maestria, não usam subterfúgios, mas são verdadeiras e objetivas em sua arte.
Exercem fascínio sobre os homens pelos quais é sempre louvada e admirada, sua honra tem inestimável valor.
Um valor que se dá á preciosidade de uma joia.
 Em todo o tempo a mulher foi e sempre será como um prêmio na vida de qualquer homem.
A pureza que nos foi concedida lá no jardim do Éden, isso nos torna única e perfeita, apesar de algumas ideologias dos temos modernos desvirtuarem essa verdade é esse o verdadeiro valor de uma mulher.
 Neste dia tão especial vamos presentear a nós mesmas, conservando a nossa essência,a pureza feminina. Mulher que ri e chora ao mesmo tempo, forte, determinada, frágil, grande, líder, liderada, empregadas, patroas, esposas, mães, filhas, carentes, corajosas, bravas guerreiras, lindas , maravilhosas, elegantes, ricas ou pobres, jovem ou anciã, simplesmente mulher... .
Parabéns a todas as mulheres do mundo.


 Por Angela Silva "Dona de casa ou administradora do lar"

_Puxa até que em fim, consegui terminar de limpar essa cozinha! Ainda preciso fazer o jantar, ai que dor de cabeça... e esse cachorro que não para de latir? O que é menina? Deixa-me trabalhar em paz. Não vejo a hora de você ir pra escola e me dar um descanso. Essa não! Esqueci-me de lavar o uniforme do meu marido, não aguento mais, tudo eu? Quantas vezes fizemos alguns desses comentários? Não percebemos que estamos expressando nossa insatisfação como dona de casa. É ai que esta o problema a maneira como enxergamos nossa responsabilidade domestica e a forma como executamos nossas tarefas. Devemos encarar o trabalho como zelo por nossa família e não como um pesado fardo que precisamos carregar todos os dias. Um dia você sonhou com uma família, marido, filhos, pois é ai estão eles agora e como você está apreciando isso? Responsabilidades simples como lavar, passar, cozinhar, decorar, organizar, comprar, demonstram seu apreço por sua família, não é o ato de fazer e sim o que esta sendo feito. O segredo para isso é o amor, a medida que você faz tudo com amor e dedicação deixa de ser uma obrigação e torna-se algo prazeroso. Você sabe que pode fazer melhor, talvez não consiga isso devido a falta de reconhecimento do seu próprio valor como pessoa. Se não consegue valorizar a si mesma, e seu trabalho, certamente será impossível valorizar sua família e que faz por ela. Ao invés de sentir-se incapaz, arregace as mangas e mãos a obra. Você vai se surpreender com o potencial que tem. Organize-se, não deixe para fazer tudo de uma vez. Delegue tarefas á seus filhos, como arrumar a própria cama, não deixar objetos e brinquedos espalhados pela casa, Monte estratégias que facilitarão seu trabalho no dia-a-dia. Se tiver dificuldade em alguma tarefa, procure aprender sobre ela, não se dê por vencida, “vai ficar assim mesmo”, ou “depois faço melhor”, você pode fazer o melhor, então faça. Nunca perca a oportunidade de apreciar sua família, seja feliz com as pequenas coisas da vida. Afinal nada é mais prazeroso que estar em casa com nossa família demonstrando todo o amor que sentimos por ela, mas para isso você precisa apreciar a si mesma fazendo assim a satisfação plena fluíra naturalmente, pois o reconhecimento do seu valor como dona de casa facilitara seu trabalho, e o esforço feito não será em vão, de outra forma, será simplesmente trabalho... e quanto trabalho!

Por Walter Leite Castro "Dama de Preto"


 Por Walter Leite Castro Para pensar !
A Dama de Preto !
 Certa noite eu a vi ; me deparei com ela ,linda ,sedutora;
O que ficou em mim , foi apenas sua imagem acolhedora;
 Não sei seu nome, suas crenças , mas senti a presença;
Presença acolhedora , mas instigante ,provocadora.
 A vida é um fluí, um suceder ,um constante transformar :
Os dias , os meses, as pessoas,os acontecimentos, tudo;
Nada permanece , mas algo fica ,gravado, ferrado , em mim; pensamento,memória , lembrança , eis o que passa e fica. Assim,sou muitos , sou vasto, a cada dia um morrer um nascer;
Sou a criança , o homem , o velho mas nenhum existe em mim;
Por que?, não sei, mas existe um elo ligando os momentos ao agora;
Esta ligação é a atenção, a presença , é antítese e a síntese, o Eu. A vida misteriosa, atraente, sedutora, vasta é a grande dama ;
 Hora veste preto, hora veste outras cores, mas a dama é única;
Portanto nesta jornada o importante é a dama , não é preciso conhece-la;
Apenas senti-la, ama-la, pois esta dama é tudo ,sem ela nada.