Páginas

Seguidores

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Por Adilson A. da Silva "Soneto"

"Soneto"
Sem você assim é a minha vida. 
 Sem você, sou menos que a metade...
 Sou incapacidade, alguns bagos da laranja...
 Ou um mísero bagaço de cana.
   Alguém cuspiu fora depois que perdeu o sabor amargo do açúcar.
 Os meus pensamentos voam como o vento...
  E os meus sentimentos caminham lentamente...  
Sem se preocupar com o tempo, há passos de tartaruga. 
Imperceptíveis à primeira vista...
 Sem esboçar reação, imune a emoção.
Nenhuma esperança e perspectiva...  
Nem ao menos um único sinal de vida.
 Na estação do amor, sou pouso de chegada, não de saída...
 Caminho de cabeça baixa, nunca de cabeça erguida.
Sem você, assim é a minha vida.
Autor: Adilson A. da silva 
                                                         
                                                             adilsonconectado.blogspot.com