Páginas

Seguidores

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Por Walter Leite Castro "Submissão e rendição"


 Para pensar !
Submissão e rendição !
 Aceitação é um processo dinâmico e requer uma energia extraordinária; Pois, aceitação é cortar todas memórias ou idéia de como podia ser diferente . É transcedência ,é neutralização, é jamais assumir qualquer posição de coitadinho, de vítima . Mas, sabemos que na vida ocorre dores e alegrias , e todo mundo terá que passar sérias provações , portanto, apesar de ser mágica , a vida é um processo constante de vir a ser e fenecer , eis a verdade. Entretanto, existe pessoa que não está preparada para conviver com o infortúnio , as dores , e nas primeiras provações , toda estrutura emocional desaba e um sentimento de vítima de coitadinho passa a ser uma constante em sua vida , formando uma atmosfera caótica, pesada ,que inconscientemente fortalece o sofrimento. Assim, fica perpetuada a situação caótica e de sofrimento. Então o que fazer? Só existe um caminho , a compreensão da realidade deste plano , e através da compreensão da dinâmica da vida e da temporalidade o ente humano poderá buscar um estilo de vida realista, espiritual; Assim, vivendo de forma realística ,ele encontrará um caminho de aceitação e uma estratégia inteligente para reverenciar o dom da vida , que é, viver o agora , e se libertar do passado , que só existe no cognitivo ,através das lembranças e não buscar o futuro que pode acontecer ,mas pode também não acontecer .Desta forma fica evidenciado o caminho que é : Rendição e jamais submissão. Mas, qual a diferença entre submissão e aceitação? Submissão é um processo de acomodação diante de uma situação de dor ,de infortúnio, e de incapacidade de modificação da situação; Mas, no íntimo da pessoa existe : Raiva, revolta, ansiedade, desgosto, depressão, além de revolta interior contra tal situação, como vemos , na submissão só existe acomodação a uma situação efetivamente superior à força interior da pessoa . Enquanto , aceitação é um processo de negociação interior , que permitirá ao indivíduo em provação a compreensão interior da situação e a efetivação de um processo de transcendência , que levará para a rendição , que é , deixar de lutar ,externa e interiormente . Com a rendição não existe perda de energia , não existe luta interior e tampouco revolta . Assim, ocorre algo extraordinário : Toda imperfeição,medo são arrancados , e em seu lugar surge a paz de espirito apesar da dor e do sofrimento existencial. portanto,já observamos uma diferença uma diferença fundamental ;mas é para para poucos ,pois o normal é a pessoa se submeter . Não é atoa que o primeiro passo dos Alcoólicos Anônimos salienta a importância da aceitação para recuperação mui poderosa obsessão mental, pois, quando o Alcoólico admite a derrota e sua impotência diante do álcool , encontra uma energia ,uma fora pois a dualidade foi completamente eliminada e a força restaurada. contudo, o processo da aceitação requer um processo interior como muito bem saliento ,Elisabeth Klub Ross, que existe um processo em quatro etapas: Negação,Negociação,Raiva, Tristeza e após estas etapa a pessoa aceita e da aceitação para rendição é inevitável.Importante que este processo pode durar um dia dez anos ou uma vida inteira . Outro fator importante é que este processo ocorre para aceitação de algo ´trágico ou de algo simples , como perder um Real.Eis minha visão de submissão e rendição.